iParaiba

Geral/poder judiciário

Servidores do Poder Judiciário realizam nova rodada de negociações com o TJ

Publicado em 21/07/2010, às 11h59
Tamanho do texto: A A A

Os servidores do Poder Judiciário da Paraíba, em greve há 44 dias, participaram, ontem (20), de mais uma rodada de negociações com assessores da Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba, mas nenhuma nova proposta foi apresentada. A categoria realiza hoje mais uma assembléia geral para discutir os rumos do movimento.

A reunião com a presidência da casa foi solicitada, na semana passada, pelas entidades representativas dos servidores ASTAJ-PB (Associação dos Técnicos, Analistas e Auxiliares do Poder Judiciário da Paraíba) e ASSTJE-PB (Associação dos Servidores da Secretária do Tribunal de Justiça da Paraíba) que continuam com a paralisação, mesmo com a decretação da ilegalidade da greve, pelo Pleno do Tribunal de Justiça.

De acordo com o Presidente ASTAJ-PB, Celso Batista, o objetivo deles é continuar o diálogo na tentativa de se chegar a um consenso. “O TJ não apresentou qualquer proposta nova para a categoria. Estranhamente os assessores da presidência demonstraram desinteresse na solução da demanda salarial dos servidores em greve”, declara.

Uma nova tentativa de conciliação foi marcada para hoje à tarde, às 14h no prédio do próprio TJ. Amarílio Leite, Presidente da ASSTEJ, informa que “logo após a reunião a categoria deverá se reunir no Auditório da ASPLAN para, em assembléia geral, decidir sobre os rumos da greve”. Para ele, “a sociedade está sendo prejudicada com a omissão do TJ, já que a continuidade do movimento prejudica o andamento de mais de 390 mil processos em toda a Paraíba”.

O argumento utilizado pelos assessores do presidente da casa, é que o Tribunal não dispõe de recursos para conceder o reajuste. Fato contestado por José Ivonaldo, membro do comando de greve. Ele afirma que “as entidades dispõem de números que comprovam a viabilidade orçamentária da proposta encaminhada pelas representações dos servidores do Poder Judiciário da Paraíba”.

SESSÃO ESPECIAL

Ontem à tarde (20) a Assembléia Legislativa realizou uma sessão especial para discutir a greve, convocada pela Deputada Estadual Nadja Palitot. O assunto foi debatido entre os parlamentares presentes, com a participação dos servidores do Poder Judiciário e de alguns vereadores.

Em seu discurso, a deputada afirmou que “é preciso continuar o diálogo entre as partes, para que este impasse seja resolvido, pois esta paralisação vem prejudicando a sociedade. Ela também criticou a decretação da ilegalidade do movimento. “Os serventuários estão reivindicando, principalmente, reposição salarial referente as perdas provocadas pela inflação. Isso é legítimo, e se é legítimo, é legal”, garantiu.

Na sessão foi acolhida a proposta de Nadja Palitot, para a constituição de uma comissão mista da Assembléia Legislativa, a fim de dialogar com a direção do TJ com vistas tentar auxiliar nas negociações.

ATO PÚBLICO EM FRENTE AO TJ-PB

A semana dos grevistas começou com a realização de mais um ato Público em frente ao Tribunal de Justiça. Servidores vindos de várias cidades do estado, realizaram um apitaço e um abraço simbólico a sede da instituição.

A categoria também cantou o Hino Nacional e proferiu frases de protesto contra a falta de propostas por parte da Presidência da casa.

SOBRE A GREVE

A decisão de cruzar os braços por tempo indeterminado foi tomada no dia 26 de maio, quando a categoria realizou uma assembléia e um dia de paralisação de advertência. A greve foi iniciada no dia 7 do mês passado, com adesão de 90% dos servidores.

Entre as principais reivindicações da categoria estão a reposição salarial de 15% referente às perdas salariais entre o período de 2007 a início de 2010, um aumento de 33,32% por causa da expansão na jornada de trabalho e um novo plano de cargo, carreira e remuneração.

Na Paraíba existem 213 varas (cartórios) distribuídas em 78 comarcas. A estimativa é de que, em média, cerca de 800 audiências por dia deixam de ocorrer no estado.

Com a paralisação mais de 390 mil processos ativos em todo o estado da Paraíba, entre os penais, cíveis e de juizados especiais, deixam de ser movimentados. Em grande parte das comarcas a distribuição de novas ações está suspensa.

Redação iParaíba com Ascom

Tags: poder judiciário, tribunal de justiça, assembleia geral,



» Leia mais notícias de Geral

Ontem

Curso de línguas Portuguesa e Francesa da UFCG é avaliado com nota máxima pelo MEC

O curso de Letras - Língua Portuguesa e Língua Francesa - da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) rec...

Candidatos poderão acessar cartão de confirmação do Enem a partir do dia 27

A partir da próxima segunda-feira (27), os cartões de confirmação de inscrição no Exame Nacional do Ensino Méd...

STF condena deputado Protógenes por violação de sigilo funcional

O deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) foi condenado hoje (21) pela Segunda Turma do Supremo Tribuna...

Clientes da Vivo terão internet cortada quando a franquia terminar

A operadora de telefonia Vivo vai mudar a forma de cobrança da internet pelo celular para clientes de pacotes ...

Requerimentos de Alexandre do Sindicato são atendidos pela PMCG e beneficiam vários bairros

Um dos vereadores com maior número de requerimentos apresentados na atual legislatura na Câmara Municipal de C...

Agentes de trânsito da STTP participam de curso avançado de formação de pilotagem

Trinta agentes de trânsito da STTP participaram, entre os dias 14 e 16 de outubro, de um curso avançado de mot...

Atores de Hollywood manifestam apoio a Dilma e Aécio na internet

Na reta final da disputa pelo Palácio do Planalto, as campanhas a favor de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (...

Pela primeira vez, Luciano comenta namoro de Zezé Di Camargo: 'Tem todo o meu apoio'

Luciano Camargo resolveu comentar, pela primeira vez, a respeito do namoro do irmão, Zezé Di Camargo, com Grac...

TRE transfere expediente de segunda para quarta-feira e atendimento será com plantão

O expediente da próxima segunda-feira, dia 27, no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, será transferido par...

Vendas de final de ano: Começa a temporada de contratações temporárias

Com as festas de fim de ano, aumenta o movimento no comércio e, consequentemente, as contratações para o perío...

Ivete Sangalo retoma agenda de shows no final de semana após dengue: 'Está bem'

Ivete Sangalo não é mesmo de esmorecer. A assessoria de imprensa da cantora - que no sábado (18) foi diagnosti...

Claudia Leitte diz que turbinava seios com algodão: 'Sorte que existe silicone'

Quem vê Claudia Leitte sensualizando em suas performances e arrasando com seus looks ousados no "The Voice Bra...

Vacina contra o ebola será testada na África em janeiro, diz OMS

A vice-diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Marie-Paule Kieny, disse hoje (21) que uma vacina...

Ministros do TSE suspendem inserções em que Dilma faz supostos elogios a Aécio

Os ministros Tarcisio Vieira e Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concederam liminares para ...

IFPB abre seleção para professor do Pronatec em Cajazeiras e Sousa

Um novo edital oferecendo vagas para professor do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pro...

Suspensa propaganda de Aécio que insinua retorno de José Dirceu ao governo

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin concedeu liminar para suspender a propaganda d...

Calendário eleitoral define normas e prazos para partidos e candidatos

Na reta final das eleições, eleitores, partidos e coligações precisam estar atentos a prazos estabelecidos no ...

Pedidos de CNPJ à Receita só serão aceitos online a partir de novembro

A Receita Federal anunciou hoje (21) que, a partir de novembro, os pedidos do CNPJ serão aceitos somente onlin...

Recall: Empresa Teuto constata troca de antibiótico por antidepressivo

O Laboratório Teuto Brasileiro S.A. constata troca de antibiótico por antidepressivo e pede recall dos produto...

Segundo turno: tropas federais atuarão em 15 estados

No próximo domingo (26), quando serão decididos a disputa presidencial e o segundo turno das eleições em 13 es...

» Leia mais notícias de ontem