iParaiba

Geral/poder judiciário

Servidores do Poder Judiciário realizam nova rodada de negociações com o TJ

Publicado em 21/07/2010, às 11h59
Tamanho do texto: A A A

Os servidores do Poder Judiciário da Paraíba, em greve há 44 dias, participaram, ontem (20), de mais uma rodada de negociações com assessores da Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba, mas nenhuma nova proposta foi apresentada. A categoria realiza hoje mais uma assembléia geral para discutir os rumos do movimento.

A reunião com a presidência da casa foi solicitada, na semana passada, pelas entidades representativas dos servidores ASTAJ-PB (Associação dos Técnicos, Analistas e Auxiliares do Poder Judiciário da Paraíba) e ASSTJE-PB (Associação dos Servidores da Secretária do Tribunal de Justiça da Paraíba) que continuam com a paralisação, mesmo com a decretação da ilegalidade da greve, pelo Pleno do Tribunal de Justiça.

De acordo com o Presidente ASTAJ-PB, Celso Batista, o objetivo deles é continuar o diálogo na tentativa de se chegar a um consenso. “O TJ não apresentou qualquer proposta nova para a categoria. Estranhamente os assessores da presidência demonstraram desinteresse na solução da demanda salarial dos servidores em greve”, declara.

Uma nova tentativa de conciliação foi marcada para hoje à tarde, às 14h no prédio do próprio TJ. Amarílio Leite, Presidente da ASSTEJ, informa que “logo após a reunião a categoria deverá se reunir no Auditório da ASPLAN para, em assembléia geral, decidir sobre os rumos da greve”. Para ele, “a sociedade está sendo prejudicada com a omissão do TJ, já que a continuidade do movimento prejudica o andamento de mais de 390 mil processos em toda a Paraíba”.

O argumento utilizado pelos assessores do presidente da casa, é que o Tribunal não dispõe de recursos para conceder o reajuste. Fato contestado por José Ivonaldo, membro do comando de greve. Ele afirma que “as entidades dispõem de números que comprovam a viabilidade orçamentária da proposta encaminhada pelas representações dos servidores do Poder Judiciário da Paraíba”.

SESSÃO ESPECIAL

Ontem à tarde (20) a Assembléia Legislativa realizou uma sessão especial para discutir a greve, convocada pela Deputada Estadual Nadja Palitot. O assunto foi debatido entre os parlamentares presentes, com a participação dos servidores do Poder Judiciário e de alguns vereadores.

Em seu discurso, a deputada afirmou que “é preciso continuar o diálogo entre as partes, para que este impasse seja resolvido, pois esta paralisação vem prejudicando a sociedade. Ela também criticou a decretação da ilegalidade do movimento. “Os serventuários estão reivindicando, principalmente, reposição salarial referente as perdas provocadas pela inflação. Isso é legítimo, e se é legítimo, é legal”, garantiu.

Na sessão foi acolhida a proposta de Nadja Palitot, para a constituição de uma comissão mista da Assembléia Legislativa, a fim de dialogar com a direção do TJ com vistas tentar auxiliar nas negociações.

ATO PÚBLICO EM FRENTE AO TJ-PB

A semana dos grevistas começou com a realização de mais um ato Público em frente ao Tribunal de Justiça. Servidores vindos de várias cidades do estado, realizaram um apitaço e um abraço simbólico a sede da instituição.

A categoria também cantou o Hino Nacional e proferiu frases de protesto contra a falta de propostas por parte da Presidência da casa.

SOBRE A GREVE

A decisão de cruzar os braços por tempo indeterminado foi tomada no dia 26 de maio, quando a categoria realizou uma assembléia e um dia de paralisação de advertência. A greve foi iniciada no dia 7 do mês passado, com adesão de 90% dos servidores.

Entre as principais reivindicações da categoria estão a reposição salarial de 15% referente às perdas salariais entre o período de 2007 a início de 2010, um aumento de 33,32% por causa da expansão na jornada de trabalho e um novo plano de cargo, carreira e remuneração.

Na Paraíba existem 213 varas (cartórios) distribuídas em 78 comarcas. A estimativa é de que, em média, cerca de 800 audiências por dia deixam de ocorrer no estado.

Com a paralisação mais de 390 mil processos ativos em todo o estado da Paraíba, entre os penais, cíveis e de juizados especiais, deixam de ser movimentados. Em grande parte das comarcas a distribuição de novas ações está suspensa.

Redação iParaíba com Ascom

Tags: poder judiciário, tribunal de justiça, assembleia geral,



» Leia mais notícias de Geral

Ontem

Sobe para 16 número de mortos em protesto no Egito

Sobe para 16 o número de mortos em manifestação no Egito, segundo o diário estatal Al-Ahram. Hoje (25), dia em...

Jornalista que revelou morte de Nisman diz no Twitter que está a salvo em Israel

O jornalista Damian Ezequiel Pachter, que denunciou a morte do promotor Alberto Nisman, publicou em seu Twitte...

Paquistaneses protestam contra caricaturas do jornal Charlie Hebdo

Milhares de paquistaneses sairam às ruas hoje (25) contra a publicação de caricaturas de Maomé pelo jornal fra...

Moradores do Três Irmãs reclamam de insegurança em CG

Os moradores do bairro Três Irmãs, em Campina Grande, estão se sentindo inseguros por causa da ação de assalta...

Receita libera esta semana consulta a lote do IR retido na malha fina

A consulta ao primeiro lote residual de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2014 liberadas da malha...

Com alta da Selic, juros para pessoa física podem subir até 1,31%

A taxa média de juros para pessoa física pode subir até 1,31% em 2015, passando de 108,08% para 109,5% ao ano,...

Inscrições para o ProUni começam nesta segunda-feira (26)

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas amanhã (26). Os interessados em o...

Aposta de Sorocaba leva prêmio de R$ 33,4 milhões na Mega-Sena

Uma aposta de Sorocaba (SP) levou o prêmio de R$ 33.471.002,88 do concurso 1.672 da Mega-Sena, sorteado pela ...

Veja as manchetes dos principais jornais do país deste domingo (25)

O Globo Manchete- Crise hídrica: Falta de água já afeta 46 milhões de brasileiros As tr...

Paraíba tem seis trechos de praia impróprios para banho

Seis trechos de praia no litoral da Paraíba devem ser evitados pelos banhistas neste fim de semana, de acordo ...

PB tem mais de 3 mil veículos abandonados em postos da Polícia Rodoviária Federal

Mais de 3,2 mil veículos estão abandonados nos postos da Polícia Rodoviária Federal da Paraíba, sendo que 1.21...

Primeiro-ministro do Japão diz que Tóquio "não se curva perante o terroristas"

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse hoje que Tóquio “não se curva perante os terroristas”, após a ...

ONU cobra eleições democráticas no Haiti "sem demora"

A missão do Conselho de Segurança da ONU que chegou ontem (23) ao Haiti para uma visita de três dias, cobrou d...

Serviço de orientação sobre drogas recebeu 27 mil ligações em 2014

O Serviço Nacional de Orientações e Informações sobre Drogas, o Ligue 132, atendeu 27.467 pessoas em 2014. A m...

Nesta segunda-feira: PM promove evento em comemoração ao Dia Estadual da Mulher Militar

A Polícia Militar realiza, na próxima segunda-feira (26), um evento comemorativo ao Dia Estadual da Mulher Mil...

Serviço de orientação sobre drogas recebeu 27 mil ligações em 2014

O Serviço Nacional de Orientações e Informações sobre Drogas, o Ligue 132, atendeu 27.467 pessoas em 2014. A m...

Destaque na região: Paraíba gera 16.326 empregos formais em 2014

O Estado da Paraíba fechou 2014 com o terceiro melhor saldo do Nordeste nos empregos formais gerados. Dados d...

'Lei Seca' autua 175 condutores por uso de álcool ao volante

A Operação Lei Seca, realizada sob a coordenação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), aplicou, no...

Meteorologia prevê tempo nublado no fim de semana

A previsão do setor de meteorologia da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) para este final...

Sine Campina Grande oferece 213 vagas de emprego nesta segunda-feira (23)

Vagas Cargo Empresa Escolaridade Experiência: 8 AJUDANTE DE ELETRICISTA 6 MESES A COMBINAR 4 AJUDANTE D...

» Leia mais notícias de ontem