iParaiba

Brasil/justiça

Tempo de cumprimento de pena para progressão poderá ser mais rigoroso

Publicado em 04/11/2009, às 23h19
Tamanho do texto: A A A

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (4), projeto que torna mais rigorosa a exigência de tempo de prisão para a progressão de pena nos casos de crimes hediondos. A progressão de pena permite ao condenado, após iniciar o cumprimento da punição em regime fechado, "progredir" para o regime semi-aberto e, posteriormente, para o aberto, desde que atenda a diversos requisitos.

A proposta foi aprovada na forma de substitutivo, apresentado pelo relator, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), a projetos (PLS 30/08) de autoria da senadora Kátia Abreu (DEM-TO) e (PLS 421/08) do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). Para atender a norma regimental, as emendas serão votadas na próxima reunião da comissão.

O substitutivo altera a Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210 de 1984) para aumentar de 1/6 (um sexto) para 1/3 (um terço) da pena o tempo mínimo necessário para a progressão para regime menos rigoroso, a ser definido pelo juiz, se o preso ostentar bom comportamento, comprovado pelo diretor do estabelecimento carcerário.

A decisão sobre progressão, livramento condicional, indulto ou comutação, para os casos de crime hediondo, ou a ele equiparado, ou crime cometido mediante violência ou grave ameaça, e no caso de reincidência, terá que ser precedida, além do parecer da Comissão Técnica de Classificação e do Ministério Público, do exame criminológico.

Há alterações também na Lei dos Crimes Hediondos (Lei nº 8.972 de 1990). Assim, o prazo para a progressão para o regime semi-aberto deverá ser aumentado dos atuais 2/5 (dois quintos) para pelo menos a metade da pena, no caso de preso primário, e de 3/5 (três quintos) para 2/3 (dois terços) se reincidente. A progressão para o regime aberto exigirá o cumprimento de, pelo menos, 1/3 (um terço) da pena restante, a depender do mérito do condenado.

Se o condenado for réu primário e tiver bons antecedentes, e desde que não seja integrante de organização criminosa e que, no caso de tráfico de drogas, haja, na sentença, atenuantes a seu favor - como a natureza e a quantidade da substância - a progressão para o regime semi-aberto poderá ocorrer após o cumprimento de, no mínimo, 1/3 (um terço) da pena.

A proposição também altera o Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848 de 1940) para regular a concessão pelo juiz de livramento condicional em caso de pena privativa de liberdade igual ou superior a dois anos (artigo 83). De acordo com o texto aprovado pela CCJ, terá que ser cumprida, nesse caso, mais da metade da pena; nos casos de condenação por crime hediondo, tortura, tráfico de drogas ou terrorismo, o prazo eleva-se para mais de 2/3 (dois terços). Outra exigência é que o condenado não seja reincidente em crime doloso.

Em seu relatório, Demóstenes Torres defendeu a elevação dos prazos, argumentando que "os parâmetros atuais são muito baixos considerando a gravidade objetiva dos crimes previstos".

Na proposta original, Kátia Abreu propôs tempo maior para progressão no caso de crimes hediondos, que deveria ser, em sua avaliação, de 2/3 (66%) da pena, no caso de réu primário, e de 4/5 (80%) para reincidentes.
Pena Alternativa

O substitutivo foi aprovado, segundo Demóstenes, sem consenso com o governo quanto à situação de "pequenos traficantes de droga". O relator aceita uma redução no prazo para progressão, mas diz ser contra a instituição de pena alternativa para esses casos, como propõe o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Na opinião de Demóstenes, a situação do tráfico de drogas é tão grave no país que não é possível se permitir o luxo de beneficiar os pequenos traficantes porque eles alimentam o crime e são usados pelos grandes traficantes.

Ele disse concordar, contudo, com a proposta do governo de exigência de monitoramento eletrônico para presos condenados por crimes hediondos beneficiados pelo regime de progressão, e com a volta da obrigatoriedade do exame criminológico para decisão judicial de progressão relativa a esses casos.
Contexto

Demóstenes lembra que, originalmente, a Lei dos Crimes Hediondos, de 1990, proibia a progressão da pena "na hipótese de crimes hediondos e condutas constitucionalmente equiparadas (tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e terrorismo)", ou seja, o condenado teria de cumprir integralmente sua pena em regime fechado.

Mas, em 2006, lembrou ele, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou essa proibição inconstitucional. Em consequência disso, foi aprovada, em 2007, a Lei nº 11.464/07, que alterou a Lei dos Crimes Hediondos para fixar os atuais critérios para progressão de pena. O próprio Demóstenes foi um dos relatores do texto que deu origem a essa lei. Segundo Kátia Abreu, a atuação dele impediu, na ocasião, que os períodos exigidos fossem ainda menores.

Agência Senado

Tags: justiça, ccj, progressão de pena,



» Leia mais notícias de Brasil

Ontem

UFCG convoca 430 candidatos para ocupar vagas remanescentes do Vestibular 2014.2

A Comissão de Processos Vestibulares (Comprov) divulgou nesta segunda, dia 1º, a 3ª chamada das listas de espe...

Francisco Falcão toma posse na presidência do STJ

O ministro Francisco Falcão foi empossado hoje (1º) no cargo de presidente do Superior Tribunal de Justiça (ST...

Déficit da conta-petróleo deve continuar caindo, diz Roberto Dantas

O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Co...

Comércio deve abrir 138,7 mil empregos temporários no fim deste ano

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) prevê que o comércio varejista vai ofere...

Na Paraíba, 105 mil meninas devem receber a segunda dose da vacina contra HPV

O estado já recebeu 110.310 doses para a vacinação. O vírus do HPV é a principal causa do câncer do colo de út...

Robinho e Marcelo são convocados por Dunga para amistosos contra Colômbia e Equador

No dia da apresentação dos jogadores convocados para os amistosos contra Colômbia e Equador, nos Estados Unido...

Festival Audiovisual de Campina Grande será lançado na próxima quarta-feira (3)

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lança na próxima quarta-feira (3), a 9ª edição do Festival Audiovisu...

Conselho da OAB-PB apóia regulamentação do Canabidiol para uso medicinal

Estudos científicos, decisões judiciais, recomendações médicas e o depoimento de mães narrando o sofrimento do...

Curta produzido por professora da UFCG é premiado em Portugal

Um documentário produzido pela professora Soahd Arruda, do curso de Engenharia Agrícola da Universidade Feder...

Balança tem superávit de US$ 1,168 bilhão em agosto

A balança comercial brasileira teve superávit (exportações maiores que importações) de US$ 1,168 bilhão em ago...

Planos pagam ressarcimento recorde 2014 por internação de beneficiários no SUS

O ressarcimento que operadoras de plano de saúde pagaram à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) porque ...

Advogado desiste de defender torcedora suspeita de injúria racial

Após afirmar que defenderia a jovem flagrada ao gritar "macaco" para o goleiro Aranha, do Santos, no jogo pela...

Romero anuncia pagamento antecipado de 50% do 13° salário dos servidores efetivos

Todos os servidores efetivos da Prefeitura Municipal de Campina Grande (ativos e inativos) vão receber, anteci...

STTP divulga operação 07 de Setembro

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos, div...

Sine Campina Grande oferece 131 vagas de emprego para esta segunda-feira (01)

Vagas -Cargo -Escolaridade -Experiência -Salário 1 -AJUDANTE DE CARGA E DESCARGA -ENS.FUND....

Grêmio entrega à polícia imagens que podem ajudar a identificar torcedores

O Grêmio repassou à Polícia Civil de Porto Alegre imagens capturadas pelas câmeras de segurança do estádio que...

Sesquicentenário de Campina Grande será tema do desfile cívico de 7 de setembro

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, abriu oficialmente na manhã desta segunda-feira (01), na Praça...

Nova sede da Apple é filmada clandestinamente com ajuda de drone

Paredes altas mantêm a construção da nova sede da Apple protegida dos curiosos, então é difícil acompanhar o a...

Duas pessoas são assassinadas em meia hora em Campina Grande

Duas pessoas foram assassinadas no domingo (31) em Campina Grande. Segundo a Polícia Militar, os crimes aconte...

ONU alerta: violência fez mais de 1.400 mortos em agosto no Iraque

Pelo menos 1.420 pessoas foram mortas e 1.370 feridas em combates e outros conflitos violentos em agosto no Ir...

» Leia mais notícias de ontem