iParaiba

Brasil/justiça

Tempo de cumprimento de pena para progressão poderá ser mais rigoroso

Publicado em 04/11/2009, às 23h19
Tamanho do texto: A A A

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (4), projeto que torna mais rigorosa a exigência de tempo de prisão para a progressão de pena nos casos de crimes hediondos. A progressão de pena permite ao condenado, após iniciar o cumprimento da punição em regime fechado, "progredir" para o regime semi-aberto e, posteriormente, para o aberto, desde que atenda a diversos requisitos.

A proposta foi aprovada na forma de substitutivo, apresentado pelo relator, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), a projetos (PLS 30/08) de autoria da senadora Kátia Abreu (DEM-TO) e (PLS 421/08) do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). Para atender a norma regimental, as emendas serão votadas na próxima reunião da comissão.

O substitutivo altera a Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210 de 1984) para aumentar de 1/6 (um sexto) para 1/3 (um terço) da pena o tempo mínimo necessário para a progressão para regime menos rigoroso, a ser definido pelo juiz, se o preso ostentar bom comportamento, comprovado pelo diretor do estabelecimento carcerário.

A decisão sobre progressão, livramento condicional, indulto ou comutação, para os casos de crime hediondo, ou a ele equiparado, ou crime cometido mediante violência ou grave ameaça, e no caso de reincidência, terá que ser precedida, além do parecer da Comissão Técnica de Classificação e do Ministério Público, do exame criminológico.

Há alterações também na Lei dos Crimes Hediondos (Lei nº 8.972 de 1990). Assim, o prazo para a progressão para o regime semi-aberto deverá ser aumentado dos atuais 2/5 (dois quintos) para pelo menos a metade da pena, no caso de preso primário, e de 3/5 (três quintos) para 2/3 (dois terços) se reincidente. A progressão para o regime aberto exigirá o cumprimento de, pelo menos, 1/3 (um terço) da pena restante, a depender do mérito do condenado.

Se o condenado for réu primário e tiver bons antecedentes, e desde que não seja integrante de organização criminosa e que, no caso de tráfico de drogas, haja, na sentença, atenuantes a seu favor - como a natureza e a quantidade da substância - a progressão para o regime semi-aberto poderá ocorrer após o cumprimento de, no mínimo, 1/3 (um terço) da pena.

A proposição também altera o Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848 de 1940) para regular a concessão pelo juiz de livramento condicional em caso de pena privativa de liberdade igual ou superior a dois anos (artigo 83). De acordo com o texto aprovado pela CCJ, terá que ser cumprida, nesse caso, mais da metade da pena; nos casos de condenação por crime hediondo, tortura, tráfico de drogas ou terrorismo, o prazo eleva-se para mais de 2/3 (dois terços). Outra exigência é que o condenado não seja reincidente em crime doloso.

Em seu relatório, Demóstenes Torres defendeu a elevação dos prazos, argumentando que "os parâmetros atuais são muito baixos considerando a gravidade objetiva dos crimes previstos".

Na proposta original, Kátia Abreu propôs tempo maior para progressão no caso de crimes hediondos, que deveria ser, em sua avaliação, de 2/3 (66%) da pena, no caso de réu primário, e de 4/5 (80%) para reincidentes.
Pena Alternativa

O substitutivo foi aprovado, segundo Demóstenes, sem consenso com o governo quanto à situação de "pequenos traficantes de droga". O relator aceita uma redução no prazo para progressão, mas diz ser contra a instituição de pena alternativa para esses casos, como propõe o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Na opinião de Demóstenes, a situação do tráfico de drogas é tão grave no país que não é possível se permitir o luxo de beneficiar os pequenos traficantes porque eles alimentam o crime e são usados pelos grandes traficantes.

Ele disse concordar, contudo, com a proposta do governo de exigência de monitoramento eletrônico para presos condenados por crimes hediondos beneficiados pelo regime de progressão, e com a volta da obrigatoriedade do exame criminológico para decisão judicial de progressão relativa a esses casos.
Contexto

Demóstenes lembra que, originalmente, a Lei dos Crimes Hediondos, de 1990, proibia a progressão da pena "na hipótese de crimes hediondos e condutas constitucionalmente equiparadas (tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e terrorismo)", ou seja, o condenado teria de cumprir integralmente sua pena em regime fechado.

Mas, em 2006, lembrou ele, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou essa proibição inconstitucional. Em consequência disso, foi aprovada, em 2007, a Lei nº 11.464/07, que alterou a Lei dos Crimes Hediondos para fixar os atuais critérios para progressão de pena. O próprio Demóstenes foi um dos relatores do texto que deu origem a essa lei. Segundo Kátia Abreu, a atuação dele impediu, na ocasião, que os períodos exigidos fossem ainda menores.

Agência Senado

Tags: justiça, ccj, progressão de pena,



» Leia mais notícias de Brasil

Ontem

Ricardo Coutinho lamenta morte do filho de Ramalho Leite

O governador Ricardo Coutinho lamentou a morte do empresário Flávio Ramalho em um acidente automobilístico na ...

Voo da Malaysia Airlines faz pouso de emergência após problema no avião

A Malaysia Airlines anunciou neste domingo (20, segunda-feira no horário local) que um avião com 166 pessoas a...

Hamilton vence e Massa chega em 15º

Se na corrida anterior, no Bahrein, Lewis Hamilton teve que suar para conter as investidas de Nico Rosberg e s...

Mulher tenta entrar em penitenciária paraibana com real, dólar e euro

Uma das estrangeiras presas na madrugada de sexta-feira (18) em Campina Grande tentou entrar na Penitenciária ...

Papa pede paz em regiões de conflito na oração de Páscoa

Em mensagem de Páscoa, o papa Francisco apelou à comunidade internacional para “prevenir a violência” na Ucrân...

Jogos do Brasileirão terão um minuto de silêncio em homenagem a Luciano do Valle

Será respeitado um minuto de silêncio nos jogos da primeira rodada do Campeonato Brasileiro hoje (20) em homen...

Estrangeira tenta entrar em presídio de Campina com real, dólar e euro escondido nas partes íntimas

Uma das estrangeiras presas na madrugada de sexta-feira (18) em Campina Grande tentou entrar na Penitenciária ...

Aeronáutica e 13 órgãos abrem 3,2 mil vagas no início da semana

Pelo menos 14 órgãos abrem inscrições na segunda (21), terça (22) e quarta-feira (23) para 3.241 vagas e forma...

'Em Família' perde um em cada quatro telespectadores de 'Amor à Vida', diz pesquisa

“Em Família” ainda não empolgou o público e a audiência da faixa de 21h da Globo caiu desde o fim de “Amor à V...

Em recuperação, Isis Valverde passeia com amigos em Minas Gerais

Em recuperação após um acidente de carro no final de janeiro, Isis Valverde foi vista curtindo a companhia de ...

MC Guimê revela faturar sozinho R$ 450 mil por mês e admite ser usuário de maconha

MC Guimê está enchendo cada vez mais a conta bancária. O artista revelou que recebe, sozinho, cerca de R$ 450 ...

Jornalismo esportivo fica empobrecido com morte de Luciano do Valle, diz Aldo

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, divulgou nota ontem (19) em que lamenta a morte do narrador esportivo Luci...

Pesquisa da USP desenvolve aparelho que detecta dengue em 20 minutos

Um aparelho portátil e de baixo custo, desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos da ...

Causa da morte de Gabriel García Márquez teria sido insuficiência renal

A causa da morte de Gabriel García Márquez foi divulgada no sábado (19). O escritor faleceu de insuficiência r...

Aposentados com mais 65 anos têm limite de isenção maior do Imposto de Renda

Os aposentados com mais de 65 anos têm um limite maior de isenção no Imposto de Renda, segundo esclareceu o su...

Mega-Sena acumula, e prêmio pode chegar a R$ 5 milhões na quarta-feira

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.592 da Mega-Sena realizado neste sábado (19), e...

Hamilton vence com tranquilidade na China; Massa prejudicado em pit stop

Se na corrida anterior, no Bahrein, Lewis Hamilton teve que suar para conter as investidas de Nico Rosberg e s...

Timemania acumula e deve pagar R$ 3,5 milhões na terça-feira

Ninguém acertou os sete números da Timemania no sorteio realizado na noite deste sábado (19). O prêmio princip...

Vejas as principais manchetes deste domingo (20)

Correio Braziliense Ética - Corruptos na cadeia : ideal ainda distante Apesar de ter au...

Após quatro dias internado, José Serra recebe alta

Depois de quatro dias internado, o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) recebeu alta e deixou o Hospit...

» Leia mais notícias de ontem