iParaiba

Sua Vez/Nelson Valente

A nossa literatura infanto-juvenil...

Publicado em 07/02/2010, às 23h22
Tamanho do texto: A A A

Nelson Valente

A literatura infanto-juvenil tem ocupado um grande espaço nos meios de comunicação de massa, nos últimos anos, devido a fatores históricos como, por exemplo, o bicentenário de nascimento dos irmãos Grimm, o “julgamento” do Lobo Mau por um tribunal de Veneza e o relançamento do desenho animado Branca de Neve e os Sete Anões, apresentado pela primeira vez há 50 anos.

Aqui no Brasil, a literatura infanto-juvenil parece ter alcançado finalmente o seu merecido lugar, com a consolidação das livrarias especializadas que, apesar do pequeno número, mostram que já temos um público definido e interessado. As vendas crescem de modo constante e expressivo.

Também o surgimento da crítica especializada, nos principais órgãos de imprensa, tem contribuído muito para desmistificar uma falsa realidade, antes lida como verdadeira – a de que a literatura infanto-juvenil era um gênero de segunda categoria.

É preciso, também, que o programa Salas de Leitura, das entidades oficiais, seja reconhecido como um dos caminhos para o incentivo à literatura infanto juvenil, para que seja ampliado. Essa foi uma das poucas oportunidades em que o governo federal, através do MEC, se preocupou com o assunto.

Se antes tínhamos que nos sujeitar à tradução de obras estrangeiras, hoje o que se vê é outra realidade. Desde que pais, professores e pedagogos passaram a se preocupar com o conteúdo dos livros dirigidos às crianças, surgiu em nosso meio editorial o que se pensou que fosse um fenômeno, um boom, mas na verdade, era o florescimento dos nossos competentes autores e ilustradores.

Foi nesse período que surgiu a chamada “corrente realista” na literatura infanto-juvenil. A preocupação moralista e também pedagógica deu lugar aos temas ligados à nossa perspectiva sociocultural. Passou-se a questionar a realidade brasileira por intermédio de um humor feito com bastante seriedade. A questão da fantasia ou realidade deixou de ser relevante, o que importava ( e ainda importa) era a criança vista como um ser humano e não como um pré-adulto, ou um adulto miniaturizado.

E onde entra Monteiro Lobato, depois do surgimento dessa corrente?

Simplesmente ele é imbatível. A literatura infanto-juvenil brasileira tem nele o seu divisor de águas. Apesar de ter sido um escritor conservador para os adultos, Monteiro Lobato era modernista para as crianças. E foi o primeiro a criar a fantasia “abrasileirada”, sem trenós, neves e outros elementos estranhos à nossa realidade, numa época em que o pouco que produzia era uma cópia de modelos estrangeiros.

A função social da literatura infantil ultrapassa a sua própria expectativa, pois é na infância que se forma o hábito ou gosto pela leitura.

A existência hoje de uma literatura infanto-juvenil brasileira amadurecida é um fato que merece a maior consideração.

Vivemos o mundo da eletrônica, com todas as facilidades momentâneas. A nossa literatura infanto-juvenil precisa conviver com os novos tempos. No rádio e na TV, infelizmente, também existe uma quase total ausência de espaço para a literatura infanto-juvenil. É preciso que a mídia eletrônica seja estimulada a participar desse importante processo.

(*) professor universitário, jornalista e escritor

Tags: Nelson Valente, literatura, infanto-juvenil,



» Leia mais notícias de Sua Vez

Ontem

Após quatro dias internado, José Serra recebe alta

Depois de quatro dias internado, o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) recebeu alta e deixou o Hospit...

Morre Luciano do Valle

O narrador esportivo Luciano do Valle, de 70 anos, morreu na tarde deste sábado (19) em Uberlândia, depois de ...

ONU contrata voluntários para campanha contra aids na Copa

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) está contratando voluntários até o dia 5 de maio...

Avalanche no Everest deixa pelo menos 12 mortos

A avalanche que atingiu o Monte Everest no início da manhã de sexta-feira (18) deixou pelo menos 12 pessoas mo...

Agricultura familiar paraibana recebeu R$ 164 milhões no ano passado

A agricultura familiar recebeu um investimento superior a R$ 164,6 milhões destinados aos trabalhadores do cam...

Diferença de classe em internações do SUS é tema de audiência no Supremo

Estão abertas até a próxima terça-feira (22) as inscrições para a audiência pública que vai discutir a chamada...

Parmalat e Líder anunciam recall de 300 mil caixas de leite com formol

O Ministério da Justiça afirmou que a LBR, responsável pelas empresas Parmalat e Líder, protocolou o pedido de...

Lotomania de Páscoa pode pagar R$ 40 milhões neste sábado

O concurso 1.444 da Lotomania especial de Páscoa, que será sorteado neste sábado (19), deve pagar R$ 40 milhõe...

Veja as manchetes dos principais jornais do País deste sábado (19)

Correio Braziliense Nunca tantas crianças no país pediram socorro Em média, por dia, sã...

Ingressos para a Copa começaram a ser entregues hoje

O Centro de Distribuição de Ingressos da Fifa começou a funcionar hoje (18) no Casarão General Severiano, sede...

Domingos Pellegrini cria polêmica ao dizer que Brasil teve ditadura branda

Ao usar o termo ditadura branda em debate na 2ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, o escritor Domingos Pelle...

Presidente da Argélia é reeleito para quarto mandato

O presidente argelino Abdelaziz Bouteflika foi reeleito para o quarto mandato com 81,53% dos votos. O anúncio ...

México registra terremoto de 7 graus na escala Richter

Um tremor de terra, com magnitude 7 na escala Richter, foi sentido hoje (18) na capital do México. Ainda não h...

Obama lamenta morte de García Márquez

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lamentou hoje (17) a morte do escritor colombiano Gabriel Garcí...

Franceses modificam impressora 3D para fazer tatuagens

Tratadas como a nova onda no mundo da tecnologia, as impressoras 3D, diferentemente de suas ancestrais, não im...

Dupla troca tiros com a polícia e fica na pior

Rodolfo de Oliveira da Silva, 19 anos, e um adolescente de 16, estão internados no Hospital de Trauma. A du...

Ex-babá diz que madrasta tentou asfixiar Bernardo com travesseiro

Uma ex-babá de menino Bernardo Uglione Boldrini afirmou nesta quinta-feira (17) que o menino foi agredido pela...

Veja as manchetes dos principais jornais do País desta sexta-feira (18)

Correio Braziliense O homem que viveu para contar Era uma morte anunciada. Mesmo assim,...

García Márquez vendeu 1,5 milhão de livros no Brasil

Com mais de 30 títulos publicados e mais de 1,5 milhão de livros vendido no Brasil, o escritor colombiano Gabr...

Delúbio Soares e João Paulo Cunha são liberados no saidão de Páscoa

Dois condenados da Ação Penal 470, o processo do mensalão, deixaram hoje (17) o Centro de Progressão Penitenci...

» Leia mais notícias de ontem