iParaiba

Sua Vez/

A Nação de Israel ainda é o povo de Deus?

Publicado em 22/01/2009, às 14h32
Tamanho do texto: A A A

Sebastião Ramos

Nos tempos antigos, Deus escolheu entre as nações um povo para HONRAR o seu nome – a nação de Israel. Por diversas vezes Jeová interviu em favor dos israelitas quando se encontravam em apuros ou ameaçados por outros povos. Um caso marcante que ficou gravado na memória de milhões de pessoas foi quando Jeová libertou Israel das garras do rei Faraó do Egito, destroçando todo o seu exército e seus cavaleiros nas águas do mar vermelho.

Passamos por mais um capítulo de OUTRA Jihad entre israelenses e palestinos, em que as pessoas se perguntavam qual seria o real motivo para uma guerra desnecessária e de tão grande magnitude, porém, concretamente, até hoje ainda não sabemos. Também surgiram indagações entre pessoas, se Israel ainda era o povo pactuado de Deus. Na realidade, a Bíblia por ser inspirada por Deus, seus conceitos são práticos e atuais para nos proporcionar uma resposta satisfatória sobre o assunto. (2 Timóteo 3: 16)

Vejamos o que diz o relato bíblico de Êxodo, 19: 5: “E agora, se obedecerdes estritamente à minha voz e deveras guardardes meu pacto, então vos haveis de tornar minha propriedade especial dentre todos os outros povos, pois minha é toda a terra”. Dito isto, notamos que os israelitas poderiam continuar sendo o povo de Deus caso continuassem fiéis a este pacto; do contrário, Israel como nação perderia o direito de ser a propriedade especial de Jeová. Será que os israelitas permaneceram fiéis a este pacto? De maneira alguma. Durante muitos anos eles apostataram de sua fé, por adorarem a outros deuses, e por fim cometeram o pior erro – rejeitaram o próprio Filho de Jeová, Jesus Cristo. A rejeição de Israel pelo Messias é um fato irrefutável na sua história e do mundo.

Antes de Jesus ser executado, ele chegou a dizer a todos os líderes religiosos judeus: “O reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que produza os seus frutos.” Mateus 21: 23. Em outra passagem bíblica, Cristo diz que tinha vindo para os que eram seus, os israelitas; porém, eles não o receberam. No entanto, todos que o recebessem, seriam chamados filhos de Deus. Não existe, por hipótese alguma, interpretação particular, pois, Israel como nação perdeu o seu imensurável privilégio, de continuar pertencendo o povo de Jeová. Cornélio apesar de não pertencer à nação de Israel teve o privilégio de se tornar membro do NOVO Israel de Deus. O apóstolo Pedro, ao chegar a casa de Cornélio e ao presenciar os dons espirituais sendo derramados sobre ele, e os de sua família, disse: “Certamente percebo que Deus não é parcial, mas em cada nação, o homem que o teme e que faz a justiça lhe é aceitável” (Atos 10: 34, 35). Assim, não restam dúvidas de que ‘o Israel de Deus’ são pessoas individuais que residem em qualquer país, que praticam a justiça conforme as regras transcritas na Bíblia.

O livro Revelação/Apocalipse, capítulo 14: 1 – 3, fala de 144 mil pessoas que foram compradas da terra para irem ao céu. Esses são os ministros de Cristo que governarão com ele, sobre toda a terra. Não podemos ficar desapontados se não fazermos parte deste pequeno rebanho, porque o apóstolo João teve visões proféticas de uma grande multidão que nem um homem poderia contar de todas as tribos, povos, línguas e nações e que viverá sob o domínio do Reino de Deus.

Diante da matança indiscriminada que os israelenses cometeram em Gaza, seria loucura acreditarmos que Deus continuasse os apoiando como Seu povo, principalmente, porque Jeová repugna os que praticam a violência. Não restam dúvidas que, a crueldade que Israel cometeu nesta guerra foi inimaginável. Nem o comboio da ONU; sua sede humanitária, escolas, um hospital e o complexo de mídia deixaram de ser atacados militarmente, deixando centenas de crianças, idosos, homens e mulheres morrerem a míngua por falta de comida e medicamentos. O secretário geral da ONU Ban ao presenciar os atos cometidos pelo exército israelense, afirmou: "É totalmente revoltante e inaceitável". Não seria por acaso que Israel será investigado por crimes de guerra. Segundo dados da imprensa, morreram 1.300 pessoas, entre elas centenas de crianças, deixando um saldo de aproximadamente 6000 feridos.

A máquina de guerra de Israel está bem aparelhada tecnologicamente pelos países Europeus e em especial os Estados Unidos. Essas nações juram acreditar no Criador, no entanto, as duas grandes guerras mundiais se irromperam nestes países. Quão diferente agem os verdadeiros cristãos, pois não se alistam nos exércitos deste mundo iníquo para matar seres humanos, mas, se despojaram de suas espadas e as transformam em relhas de arado. (Isaias: 2: 2 - 4).

O fato de a mídia evangélica ter continuado em silêncio profundo, diante das atrocidades cometidas por Israel, provavelmente, se deu porque os líderes religiosos são pragmáticos, ao acreditarem que Israel continua tendo o apoio de Deus, e que Seu Reino será instalado futuramente na cidade de Jerusalém. Ledo engano! O reino de Deus já está instalado no céu, e em breve fará uma intervenção cabal nos assuntos humanos para acabar com todo o sofrimento. Diante de tantas interpretações deturpadas que se fazem da Bíblia, não haveria de concordar que precisamos urgentemente repensar a religião?

Jeová não prometeu um pedaço de chão a um grupelho de pessoas que declaram publicamente conhecer a Deus, mas REPUDIAM-NO pelas suas obras, porque, como diz a Bíblia, são detestáveis. O que Deus prometeu foi restabelecer o paraíso para todas as pessoas, “individuais” que aplicam os seus estatutos que estão contidos no código máximo, a Bíblia. Não estou aqui querendo defender o Ramás, muito menos condenar Israel, apenas, estou querendo mostrar biblicamente que o povo de Deus são pessoas individuais, que residem em qualquer país.
Concluindo, eu diria que existe um NOVO PACTO para toda a humanidade - uma nova sociedade de 144 mil pessoas que irão para o céu. Este sim, que é o verdadeiro Israel de Deus. As outras ovelhas que não são do aprisco dos 144 mil, se refere a uma grande multidão e esta, viverá sob o domínio do governo de Deus, aqui mesmo na terra.

* Sebastião Ramos, funcionário público federal – sebastianramos7@gmail.com

Tags: ,



» Leia mais notícias de Sua Vez

Ontem

TSE decide que direitos de resposta podem ser exibidos no sábado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu as normas para apresentação de pedido de direito de resposta para...

Mega-Sena acumula, e prêmio pode chegar a R$ 60 milhões

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.646 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira ...

Dilma e Aécio fazem acordo no TSE para acabar com ataques no horário eleitoral

As coordenações jurídicas das campanhas dos candidatos que disputam o segundo turno das eleições presidenciais...

Setor de serviços na Paraíba tem 4ª alta do país no acumulado de 12 meses

A Paraíba teve a quarta maior variação de receita nominal de serviços do país no acumulado de agosto de 2013 a...

Museu de Arte Popular da Paraíba recebe exposição de trabalho da Bienal Internacional da Caricatura

A exposição “Brasil e outros 500 através da caricatura”, de autoria do cartunista Fred Ozanan, está em cartaz ...

Cosenza apresenta atestado e falta a depoimento da CPMI da Petrobras

Começou sem o depoimento do diretor da Petrobras José Carlos Cosenza a reunião de hoje (22) da comissão parlam...

Estados Unidos e Canadá entram em alerta após tiroteio em Ottawa

As defesas aéreas americana e canadense foram colocadas em estado de alerta, de forma a responder rapidamente ...

Juiz federal condena doleira a 18 anos de prisão

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, condenou hoje (22) a doleira Nelma Kodama a 18 anos de pr...

Ayres Britto diz que o temor do abuso não autoriza a censura

Advogados e jornalistas discutiram na manhã de hoje (22) a liberdade de imprensa e a democratização da comunic...

Jovem é o que menos controla a vida financeira, diz Serasa

Jovens entre 16 a 24 anos são os que possuem menos controle da vida financeira, revela pesquisa do Indicador d...

Estados terão até R$ 375 mil para ações de ressocialização em presídios

Os governos estaduais têm prazo até terça-feira (28) para encaminhar ao Ministério da Justiça propostas de açõ...

TRE apreende material difamatório contra Ricardo no carro do blogueiro Dércio Alcântara

Fiscais da Justiça Eleitoral cumpriram na manhã desta quarta-feira (22) um mandado de busca e apreensão no est...

ALPB alerta população sobre câncer de mama em sessão especial

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou sessão especial em alusão ao Outubro Rosa. A sessão foi de...

Sabesp amplia bônus a consumidor que economizar água

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) ampliará o desconto na conta dos consumidores...

Candidatos à Presidência divergem sobre redução da maioridade penal

A redução da maioridade penal - dos 18 para os 16 anos - é uma das propostas que colocam em lados opostos os c...

Mais de 7 mil paraibanos ainda estão retidos na malha fina, diz Receita

Mais de 7 mil paraibanos ainda estão retidos na malha fina, segundo a Receita Federal. De acordo com o delegad...

Polícia registra três homicídios na região de Campina Grande

Duas pessoas foram assassinadas em um intervalo de seis horas em bairros vizinhos em Campina Grande entre a no...

Anvisa proíbe venda de lote de açúcar cristal com excremento e pelo de roedor

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada hoje (22) no Diário Oficial da União...

Datafolha mostra que empate técnico entre Dilma e Aécio se mantém

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (22) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 47% das inten...

Cônsul reconhece potencial de Campina e buscará trazer empresários chineses à cidade

O cônsul geral da China para o Nordeste, Wang Xian, declarou nessa terça-feira, 21, em visita ao Gabinete do P...

» Leia mais notícias de ontem